sábado, 15 de março de 2008

10 anos de Porão do Alemão

O melhor fim de noite da cidade (eleito pela Revista Veja)




A casa é reduto de roqueiros, boêmios e jovens baladeiros que gostam de ouvir música em alto volume e não se incomodam com aglomerações – o lugar está sempre lotado. Ao longo da madrugada, passam por ali cerca de 1 200 pessoas. Grupos de amigos vêm ouvir diversas vertentes de rock, tocadas por bandas variadas durante toda a noite. Nos intervalos, clipes musicais do gênero são exibidos no telão. O proprietário, William Lauschner – o "Alemão" –, faz questão de ressaltar que a casa foi fundada no dia mundial do rock. O sucesso é confirmado pelo júri de VEJA Manaus, que elegeu o bar como o melhor lugar para curtir o fim de noite da cidade pela segunda vez. A saideira pode ser o chope Antarctica, o Brahma (R$ 2,50 cada um) ou um drinque, a exemplo do inferninho (cachaça com curaçao red; R$ 3,00). Para acompanhar, há acepipes como a batata porão (com requeijão) e porções de miniquibe, de tulipa de frango (a parte central da asa) e de salsichão (suíno ou de frango) com molho de mostarda. Ainda vende sanduíches e tábua de frios (com salame, peito de peru defumado, provolone, palmito e rolinho de mussarela com presunto). Entrada a R$ 10,00.



AMO!
.

Um comentário:

Chrys disse...

Engraçado. Eu acho que sou a única pessoa na faixa dos 30 que não teve uma fase marcada no Porão. Na verdade, se eu fui mais de dez vezes no Porão é muito. Nunca curti. Sou meio "comodista". Gosto de ser atendida por um garçon educado, que traga um chope gelado, num lugar climatizado... uauahuahua...

Bjs querida