terça-feira, 6 de novembro de 2007

Na barelândia....

Cheguei em Manaus dia 27 depois de longas horas de vôo.. vi que o rio está seco e que a cidade continua mais quente que nunca! Confesso que demorei pra sair do Aeroporto, mas como eu sou "caboca" por natureza, estou suando feliz! Hahahahahaha...

Ver Manaus com os mesmo olhos depois de 1 ano e seis meses fora é impossível. A cidade está lotada de obras novas, construções por toda parte! Definitivamente ela está crescendo em um ritmo que eu nunca tinha visto antes, ou pelo menos, nunca havia percebido.

A única coisa que me fez ficar triste, foi a insegurança que eu senti dentro da minha própria casa! No meu conjunto, que até uns anos atrás era cheio de crianças brincando na rua, está repleta de trombadinhas! Estão assaltando as casas, os pontos comerciais e a polícia não dá nem as caras... impunidade total!
Em 10 dias que estou aqui, já ocorreram 2 tentativas de assaltos à estabelecimentos comerciais, 2 assaltos em veículos durante a madrugada (sim, vários vizinhos dormiam com o carro na rua, pois ERA tranqüilo!) e uma troca de tiros em plena pracinha - os ladrões tiveram a infeliz idéia de assaltar o carro de um delegado - por causa disso, um dia eu vi umas motos policiais paradas lá na praça, mas só... nunca mais!

Realmente as notícias que eu acompanhavam pela internet estão batendo na minha porta e eu não posso fazer nada, pois o Estado é responsável por uma segurança que eu não confio.

Tirando isso, eu já comi filé de pirarucu, arroz com tucumã, guaraná baré, suco de graviola, tomeis uns choppinhos, ganhei de lavada na canastra/buraco da Alê (perdi de lavada também), vi o meu sobrinho João Lucas, conheci meu primo Raphael, de 9 meses, o meu sobrinho-neto (pasmem! eu sou tia-avó!) Nicholas, de 6 meses, minha pseudo-afilhada Beatriz, de 2 meses, revi amigos queridos, ouvi música boa na Empório, fiz luzes no cabelo e ainda tem muita coisa que eu quero fazer....

Estou feliz também, isso é importante...

Estou renovando minhas energias e matando uma saudade que não acabava mais! Em compensação, alimentando uma outra saudade, que parece que tem dia pra acabar.. :)

Nenhum comentário: